Conversando sobre | Começar a calcular os custos...

Decidi escrever esse post no final de semana porque conversando com uma amiga que casou ano passado percebi que muitas vezes nós noivinhas podemos enfiar os pés pelas mãos quando se trata de casamento e acabar gastando mais do que é necessário ou não calculando bem os gastos. E já pensou que complicado seria ter que pagar ainda despesas referente ao casamento meses e meses depois da festa ter acabado...?!

Então decidi mostrar para vocês o passo a passo que eu estou seguindo para não cair nas armadilhas do "depois eu pago" e acabar ficando com dívidas que não vamos conseguir pagar.
 

As primeiras perguntas que devemos responder depois que você ter dito "Sim!" ao "Quer Casar Comigo?" são essas. Então vamos lá...

1. Quem casa quer casa, logo, onde vocês vão morar é importantíssimo, porque a resposta a essa pergunta vai influenciar as respostas das próximas perguntas.

2. Calcular gastos é a etapa mais importante. E não só os iniciais, mas os gastos pós-casamento. Vou explicar porque...
Se vocês ainda não têm uma casa e vão construir, alugar ou comprar o valor gasto com a casa já vai diminuir o seu orçamento mensal. E não tem só a casa, temos que lembrar dos móveis que são necessários também. E mesmo que você seja daquelas que preferem pagar à vista é bom colocar na ponta do lápis o valor que pretende gastar com móveis todos os meses.

Por isso esses valores de "Moradia+Móveis" vão acompanhar o seu orçamento por um bom tempo, afinal, sempre tem algo que precisamos parcelar - sejam os 30 anos pagando o financiamento de uma casa, seja alguns meses pagando alguns móveis que foram comprados à prazo.

Por exemplo: se vocês ganham R$2.000,00 por mês e vai gastar R$600,00 com o item "Moradia" e mais R$300,00 com o item "Móveis" todos os meses, você só vai ficar com R$1100,00 mensais livres. E não se esqueça que desses R$1100,00 ainda existirão coisas como o pagamento de despesas gerais (água, luz, alimentação).

Então antes de sair por aí fazendo várias prestações, sente e calcule os custos.
Papel e caneta na mão mesmo e vá fazendo uma lista de itens X valor e veja quanto sobrará todos os meses, para que você não inicie seu casamento com uma vida a três - você, seu amor e uma tonelada de dívidas!!

Imagem Google Search
3. Depois disso tudo, aí sim você tem como ter uma estimativa média de quanto você pode reservar para gastos no seu casamento todo o mês.
Seguindo o exemplo: se os seus gastos das despesas gerais forem R$300,00 vão sobrar R$800,00 livres para uso no casamento, use apenas esse valor mensalmente para os gastos de casamento e não se esqueça de calcular aí qualquer produto ou serviço que você compre no cartão de crédito.

Aí você olha para isso e me fala: "Mas Sue, se nós ainda não moramos juntos, não temos as despesas gerais (água, luz, alimentação, etc) então eu posso incluir esse valor no valor de despesas para o casamento..."

Sim! Poder, você pode! Mas eu pessoalmente optei por não usar. Abrimos uma poupança e estamos deixando o dinheirinho "que sobra" lá, porque podemos ter uma ou outra emergência nessa correria de preparação de casamento e aí já temos algum dinheiro, mesmo que pouco, para ajudar.

Além disso, tem que ter cuidado com o que for parcelado, porque se você fizer os seus gastos de casamento no cartão de crédito ou parcelar produtos/serviços contando com o valor total (R$800,00 + R$300,00 = R$1100,00 mês), depois do casamento você vai ter os R$1100,00 + os R$300,00 das despesas gerais para pagar... Então atenção!!!


Eu sei que pode parecer bobo falar sobre isso, já que todos nós sabemos a importância de controlar os gastos, especialmente se estamos tentando casar com um orçamento apertado... Mas não custa relembrar os itens necessários e as prioridades para que a alegria de montar sua festa de casamento, não se torne uma dor de cabeça...

Vou dar continuidade aos próximos itens desse passo a passo durante a semana... Afinal, já perceberam que cada vez que nós entramos em um site ou blog saímos com mil e uma ideias diferentes e temos vontade de usar todas... E aí...??? O que podemos fazer...???




Um comentário:

Amamos receber comentários!
Sugestões e críticas são bem vindas, mas spans, comentários que contenham linguagem imprópria, vulgar e/ou ofensiva serão excluídos.

Você também vai amar:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...